Provas do Enem serão aplicadas neste fim de semana | Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

Data da Publicação: 23 out 2015
Hora da Publicação: 15:33
Provas do Enem serão aplicadas neste fim de semana
Autor: Comunicação

Neste sábado, 24, será o primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, e os candidatos devem ficar atentos ao que levar e ao horário da prova. Com o início do horário de verão em vários Estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal, os candidatos tocantinenses poderão chegar aos locais de prova às 11h, quando os portões serão abertos. O fechamento dos portões ocorrerá às 12h, e as provas devem começar às 12h30.

Quem ainda não acessou o cartão de confirmação da inscrição – cerca de 21% dos candidatos do Tocantins –, deve fazê-lo o quanto antes. Este ano, o cartão de confirmação foi disponibilizado exclusivamente pela internet, e o acesso pode ser feito pelo site do Enem 2015. Para isso, é necessário que o candidato informe CPF e senha para visualizar e imprimir o documento.

Não é obrigatório apresentar o cartão de confirmação para realizar a prova, no entanto, a recomendação é que o candidato o participante o leve para verificar as informações do local de prova. Para responder a prova e fazer a redação, o candidato deve levar caneta de tinta preta fabricada em material transparente. É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto válido (conforme especificado no edital). A lista de documentos oficiais também pode ser consultada aqui.

Provas

Os participantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. No sábado, 24, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.

(Com informações do Inep)

Texto: Thâmara Filgueiras