Projeto ERICA realiza seletivo para contratar supervisores com bolsas de R$ 1.100,00 e R$ 3.000,00 | Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

Data da Publicação: 10 mar 2014
Hora da Publicação: 15:08
Projeto ERICA realiza seletivo para contratar supervisores com bolsas de R$ 1.100,00 e R$ 3.000,00
Autor: Comunicação

divulgação erica bolsistas1 (1)Os professores do IFTO Campus Araguaína Eduardo Lima Santos e Hebert Lima Batista participarão, como coordenadores estaduais, do Projeto ERICA (Estudo de Risco Cardiovascular em Adolescentes) no Tocantins. A coordenação geral do estudo está a cargo do Dr. Moyses Szclo (Johns Hopkins University e UFRJ) e Dra. Katia Vergetti Bloch (UFRJ e Instituto de Saúde Coletiva).

As inscrições para o projeto estarão abertas no período de 07 a 23 de março de 2014. Os interessados deverão possuir graduação na área da saúde, experiência prévia em pesquisa, disponibilidade de 40h semanais e não ter vínculo empregatício. O valor da bolsa-auxílio varia entre R$ 1.100,00 (cinco meses) e R$ 3.000,00 (três meses).

 O objetivo deste estudo seccional, multicêntrico nacional, de base escolar, é estimar a prevalência de diabetes mellitus, obesidade, hipertensão arterial e outros fatores de risco cardiovascular e de marcadores de resistência à insulina e inflamatórios em 74.000 adolescentes de 12 a 17 anos que frequentam escolas públicas e privadas em cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. No Tocantins o estudo será realizado em 20 escolas de Palmas, com 1200 alunos, de abril a junho.

Atualmente, as doenças cardiovasculares são as principais causas de mortalidade em todas as regiões do Brasil, assim como na maioria dos países desenvolvidos e em desenvolvimento. Os custos associados ao excesso de peso são enormes, incluem não só os diretos e indiretos relacionados a hospitalizações e dias de trabalho perdidos por doenças cardiovasculares e diabetes, como também os de difícil mensuração, associados a pior qualidade de vida e problemas psicológicos.

 As prevalências de sobrepeso e obesidade são crescentes em todo o mundo, atingindo todas as faixas etárias. A prevalência de sobrepeso/obesidade na infância é preditiva de sobrepeso/obesidade no adulto e, considerando-se a dificuldade do controle/tratamento das doenças crônicas na fase adulta, torna-se imperativa a prevenção desses males ainda na infância. A resposta ao tratamento da obesidade tem sido pequena em adultos, e resultados semelhantes têm sido obtidos para crianças/adolescentes.

 Diante deste cenário, os resultados do estudo contribuirão para o conhecimento sobre fatores de risco para aterosclerose em uma população jovem, ainda escassos em países como o Brasil. Poderão ser utilizados na orientação dos adolescentes e responsáveis em relação a medidas preventivas e subsidiar o desenvolvimento de Políticas de Saúde que envolvam diferentes setores da sociedade.

 A pesquisa facilitará parcerias entre instituições acadêmicas, Secretarias Municipais de Saúde e de Educação e Unidades de Pesquisa Clínica. Seus resultados serão importantes na geração de propostas efetivas de prevenção e controle dos fatores de risco para diabetes e aterosclerose em adolescentes bem como outras doenças crônicas.

 O Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA), coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro atendeu à chamada pública MCT/FINEP/MS/SCTIE/DECIT – CT/SAÚDE e FNS – SÍNDROME METABÓLICA – 01/2008.

Mais informações no documento abaixo:

Edital de seleção ERICA – TO

Acesse o site do projeto: www.erica.ufrj.br