IFTO divulgará ações de desenvolvimento em seminário voltado para a região Matopiba | Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

Data da Publicação: 24 nov 2015
Hora da Publicação: 15:47
IFTO divulgará ações de desenvolvimento em seminário voltado para a região Matopiba
Autor: Comunicação

Com o objetivo de apresentar e mapear temas centrais de ciência e tecnologia que existem no Tocantins, visando o desenvolvimento da região Matopiba – composta pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia –, pesquisadores do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) participarão do Seminário de Ciência e Tecnologia para a região Matopiba. O evento acontece nesta quinta-feira, 26, no Centro Universitário de Integração entre Ciência, Cultura e Arte da Universidade Federal do Tocantins (Cuica/UFT).

O IFTO, que integra o Comitê Permanente de Planejamento de Ciência e Tecnologia para o Tocantins, fará apresentação das ações de educação e pesquisa que colaboram com o desenvolvimento da ciência e tecnologia no Estado. A diretora de pós-graduação do IFTO, Erna Denzin, ressaltou a importância da participação do instituto neste evento. “O instituto quer trazer para o conhecimento da comunidade em geral as ações que estão sendo feitas no âmbito da instituição que contribuem com o desenvolvimento local”, afirmou.

Segundo Erna, será a partir das discussões do seminário que ações efetivas poderão ser propostas para assegurar a competitividade da região, promovendo, assim, o seu desenvolvimento científico e tecnológico. “Essa discussão propõe processos produtivos com base tecnológica, e, consequentemente, melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento da comunidade na região Matopiba”, acrescentou a diretora.

O público-alvo do seminário são produtores, empresários, pesquisadores, professores e representantes de instituições ligadas ao desenvolvimento de ciência e tecnologia no Tocantins. A palestra de abertura terá início às 9h, e será ministrada pelo diretor da Agência de Inovação da Universidade de São Paulo (USP), Vanderlei Bagnato. Em seguida, haverá apresentação da proposta de implantação do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) para o Matopiba, que contará com a participação de várias instituições, como Agência Tocantinense de Ciência, Tecnologia e Inovação (Agetec), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), além do IFTO.

Em um terceiro momento, serão ministradas as palestras sobre aquicultura e pesca e uma última sobre irrigação. O encerramento do seminário será feito pela ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu. O término está previsto para as 13h.

Matopiba

Designa uma realidade geográfica que recobre parcialmente os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. É uma região caracterizada pela expansão de uma fronteira agrícola baseada em tecnologias modernas e de alta produtividade.

Texto: CCE/Reitoria