Codir: Primeira reunião do ano inicia com debates sobre ações de comunicação e kits estudantis | Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

Data da Publicação: 24 fev 2016
Hora da Publicação: 15:05
Codir: Primeira reunião do ano inicia com debates sobre ações de comunicação e kits estudantis
Autor: Comunicação

Codir parte da manhã

Reunião do Codir

O Colégio de Dirigentes do Instituto Federal do Tocantins (IFTO/Codir) iniciou nesta terça-feira, 23, a primeira reunião de 2016, com a participação do reitor, Francisco Nairton, de pró-reitores, dos diretores-gerais dos campi, dos diretores dos campi avançados e da diretora de Gestão de Pessoas do IFTO.

Pela manhã, os debates iniciaram pela pauta que trata de publicações na página do IFTO. Após informes gerais, a jornalista Thâmara Filgueiras, acompanhada do coordenador de Comunicação e Eventos da reitoria do IFTO, Renato Miranda, e das demais jornalistas da reitoria, conduziu a apresentação dos trabalhos realizados pelos profissionais da área de comunicação. O objetivo foi mostrar os trâmites, como são feitas as solicitações, produções e publicações de notícias, “identificar porque determinado assunto foi publicado no site do IFTO e outros não”, frisou o coordenador.

Na ocasião, a jornalista apresentou o fluxograma das atividades de produção de notícias, que envolve a participação de jornalistas, relações públicas e outros servidores colaboradores, desde o recebimento de notícia, passando pela triagem, critérios de noticiabilidade, verificação das informações, viabilidade da matéria e, por último, a divulgação nas redes sociais. A jornalista expôs dificuldades, exemplificou situações, apresentou sugestões e sanou dúvidas dos gestores.

Acerca das publicações e divulgações de editais, Thâmara chamou a atenção para a dificuldade em atender às unidades devido ao grande número de demandas. “Propomos que cada unidade indique um servidor de seu quadro para que este seja responsável pela publicação do edital na página de Seletivos, e que nós façamos a divulgação referente à abertura do edital, chamada de prazo final de inscrição, alteração de cronograma e resultado final do processo”, sugeriu. A sugestão foi acatada pelos dirigentes.

Dando sequência às pautas de discussões, os dirigentes definiram os critérios de distribuição dos kits estudantis para cada campus. O reitor pediu atenção especial para a “conscientização do uso das squezzes em substituição aos copos plásticos descartáveis de modo a colaborar com a sustentabilidade, bem como às ações de combate ao mosquito Aedes aegypti”.

Diante dos números apresentados, o pró-reitor de Administração, Rodrigo Gori, sugeriu que a distribuição “atenda, este ano, os alunos ingressantes, e as unidades que não participaram de licitação referente à aquisição de camisetas, sejam atendidas pela cota da reitoria”, colocou. A outra sugestão apontada pelo pró-reitor é que a distribuição do quantitativo anual dos kits estudantis seja feita de uma única vez a todos os campi. Cada unidade ficaria responsável pelo armazenamento dos materiais, até então feito pela reitoria.

Ao final da manhã, os gestores iniciaram discussões acerca do Inquérito Civil do Ministério Público referente à implantação do ponto eletrônico no âmbito do IFTO. O debate sobre o tema será retomado no período vespertino.

Texto: Coordenação de Comunicação e Eventos – IFTO