Codir discute demandas da Assistência Estudantil | Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

Data da Publicação: 18 ago 2016
Hora da Publicação: 7:48
Codir discute demandas da Assistência Estudantil
Autor: Comunicação

Dando continuidade à quarta reunião ordinária do Colégio de Dirigentes (Codir) do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), na última quarta-feira, 17, os dirigentes discutiram pautas relativas à Assistência Estudantil e assistiram à apresentação sobre os resultados de atuação em programa de capacitação no exterior.
A professora Erna Denzin, que participou do Programa Professores para o Futuro III, na Finlândia, no primeiro semestre desse ano, explanou sobre o modelo educacional finlandês e ressaltou a aplicabilidade de algumas práticas no IFTO. Segundo ela, um dos principais diferenciais da educação finlandesa, é que esta se baseia nas competências do estudante, e não no conteúdo a ser transmitido. Sendo assim, ela se colocou à disposição dos dirigentes, para construção de projetos baseados na sua experiência vivida durante o programa.
Na ocasião, o reitor propôs aos professores que já participaram do Programa Professores para o Futuro realizem um projeto piloto nos cursos de licenciatura em Física e Matemática do Campus Palmas, com foco na redução dos indicadores de evasão.
Em seguida, as pautas foram relativas à Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE). Dentre as demandas apresentadas, o diretor Higor Lira, falou sobre a criação de correio eletrônico estudantil, ressaltou que essa solicitação foi recebida pelos estudantes. O diretor de Tecnologia da Informação, Jadson Vieira, falou sobre a necessidade de estudar a viabilidade dessa implantação. Dessa forma, ficou acordado que a Diretoria de Tecnologia da Informação, em parceria com a DAE, farão um levantamento das necessidades e possibilidades para que sejam criados os correios eletrônicos estudantis.
Quanto ao apoio de psicólogo nos campi, ficou acordado entre os dirigentes que a realização do trabalho na área será feito de forma colaborativa, ou seja, como algumas unidades não contam com a atuação do profissional no momento, os psicólogos de outras unidades poderão intervir nessa prática.
Por fim, no que tange à estruturação da Assistência Estudantil do IFTO, alguns pontos começaram a ser discutidos e ficou definido que as especificidades locais serão levadas em conta no que diz respeito aos setores estruturados nos campi. Quanto à DAE, foi deliberada a mudança do setor, a partir de agora a diretoria fará parte da Pró-reitoria de Ensino, e não mais da Pró-reitoria de Extensão.
Durante a reunião, ficou agendado que no dia 30 de agosto será realizada uma reunião extraordinária do Codir, para discussão do novo documento de remoção no âmbito do IFTO e do processo seletivo unificado.
Texto: Coordenação de Comunicação e Eventos – IFTO